Dente do Siso: Mitos e Verdades.

Publicado em: 30/11/2018

Dente do Siso: Mitos e Verdades.
 

Dente do siso, dente do juízo, terceiros molares... Esse conhecido dente possui diversos nomes e provoca muitas dúvidas.
No texto de hoje abordamos os principais mitos e verdades que giram em torno deste tão discutido elemento dentário.
Quer saber mais? Continue lendo e descubra!


- Quem já extraiu um siso tem que tirar todos os outros?
Mito. Na verdade, o recomendado é a extração do siso “contrário”, chamado de antagonista. Por exemplo, se for extraído o siso inferior de um lado, é indicado a remoção também do siso superior deste mesmo lado. Isso se dá pelo fato de que o dente antagonista pode continuar o seu processo de erupção na boca e acabar machucando a gengiva onde anteriormente estava o siso oposto extraído.


- Não é bom retirar os sisos na adolescência?
Mito. O momento de escolha para ser realizada a extração deve ser avaliado pelo Cirurgião-Dentista, em que cada caso é individualizado e tem suas respectivas indicações. Há estudos que indicam a idade ideal entre os 16 e os 18 anos, porque comumente há somente 2/3 da raiz formada. Após esse período, a extração pode ser mais complicada.


- Sisos podem atrapalhar o alinhamento dos outros dentes?
Verdade. A presença dos sisos e a sua força de erupção podem causar um desalinhamento e apinhamento dentário dos dentes vizinhos, podendo atrapalhar inclusive um possível tratamento ortodôntico. Se dá devido ao fato de normalmente os dentes do siso não terem o espaço necessário para nascerem, resultando em diversas possíveis complicações em dentes adjacentes.


- Mesmo antes de nascer, o siso está sujeito a cáries?
Mito. Os dentes, qualquer um que seja, só estará sujeito a ter cáries se estiver exposto ao meio bucal. Entretanto, caso ele esteja semi-incluso, ou seja, com uma parte exposta na boca e uma parte abaixo da gengiva, se não houver boa higienização oral, este poderá sim ter cárie.


- O siso pode atrapalhar a movimentação da boca, a fala e a respiração?
Mito. Os sisos não interferem nas funções orais, como movimentação da boca, fala, respiração, nem alimentação. O que pode haver, é uma limitação e dor devido a um possível processo inflamatório na gengiva que está recobrindo o siso, chamado de Pericoronarite. Quando há esta condição, a extração pode ser indicada.


- É normal sentir dor e ter sangramento quando o siso está nascendo?
Depende. Caso o siso esteja em condições normais, não causa dor nem sangramento durante a erupção. Entretanto, a dor pode aparecer caso a área esteja com um processo inflamatório, como uma Pericoronarite, resultando em dor e sangramento na área.


- O siso é um dente mais difícil de extrair do que os outros?
Verdade. Por estar em um local de difícil acesso, a extração do dente do siso é mais complexa e trabalhosa. Muitas das vezes, os dentes do siso então em posição desfavorável, onde no lugar de nascer na posição vertical, em pé, ele pode estar inclinado e até mesmo deitado, na horizontal, dificultando assim a remoção. Porém especialistas na área cirúrgica dispõem de técnicas que permitem a extração de forma
ideal.


- É possível retirar os quatro sisos de uma vez?
Verdade. Sim, é possível, inclusive sendo feita em consultório sob anestesia local. Entretanto, por ser um procedimento mais longo e invasivo, muitas vezes ele acaba não sendo necessário. Seu cirurgião-dentista sempre irá lhe indicar a melhor e mais indicada forma de tratamento, de acordo com sua necessidade.


Tem mais alguma dúvida ou acredita que precise tirar seus sisos?


Marque seu horário para uma consulta com nossos profissionais!

CROCEO 

Clínica de Reabilitação Oral e Centro de Estética Odontológica em Jundiaí

(11) 3964-3260 / (11) 4807-3391

(11) 96828-2086 / (11) 99995-3255

CROSP 12.180